domingo, 18 de setembro de 2016

Banho de esperma -- Sperm bath

Um banho de esperma, porque ela merece!

Ares

---

A sperm bath, because she deserves it!

Ares

domingo, 11 de setembro de 2016

Maridos

Hoje vamos deixar outra Pessoa falar por nós.

Como eu sou uma mulher com imaginação, não sou séria por natureza, não sou séria a valer! Mas o melhor é nós não avaliarmos os outros, "porque eles são outros e a gente não sabe o que vai lá dentro"!

Afrodite


"A gente cria o costume e gosta mais por costume que por outra coisa. Que outra coisa é que podia ser. Depois, a gente afeiçoa-se, mas afeiçoa-se já doutra maneira, e são uns filhos grandes que casam connosco.

Outros acham que a gente há-de gostar deles por isto ou por aquilo. Ora! A gente nem sabe porque gosta. Depois de gostar diz que gosta por isto ou por isto ou por aquilo, mas é só depois de gostar. Mas julgam que a gente gosta deles por serem fortes, ou por serem bonitos, ou por terem olhos azuis, ou qualquer coisa assim. E um pouco de tudo isso, senhor juiz, e não é nada disso.

As mulheres sérias a valer têm um ódio doido às putas. Julga o meritíssimo juiz que é por serem sérias? É, mas é por verem de que é que estão privadas por serem sérias. Esta é a verdade -, sr.juiz - e o mais - não faço o gesto por respeito.

Não há mulher nenhuma neste mundo - nem a mais séria, senhor juiz - que não tenha invejado essas que lá andam nas ruas à procura dos homens — nenhuma, senhor juiz, se dissesse a verdade como a pôr o coração aí em cima dessa mesa.

A alma da gente é uma coisa suja e o que vale é que a alma não tem cheiro.

Isto, senhor juiz, e para que Vossa Excelência saiba, e os senhores Jurados, é o que todas as mulheres sentem. Umas nem dão por isso e vão vivendo como os empregados de escritório que dão em velhos sempre a fazer a mesma letra; outras sentem e calam, e vivem prós filhos, porque lhes ensinaram a ser sérias - porque a gente aprende a ser séria como aprende a tocar piano; e outras não aguentam, senhor juiz, e rebentam, e no meio disto tudo a gente não sabe o que é melhor ou pior, porque o melhor é a gente não avaliar dos outros, porque eles são outros e a gente não sabe o que vai la por dentro.


E vern uma vontade de meter a costura pela pia abaixo, e de ir para longe ao menos só para chorar à vontade. A vida, senhor juiz - se o senhor juiz soubesse o que é a vida!

A falta de coragem é o que é o pior nas mulheres. A gente ainda tem medo dos tempos em que a lei nos batia mais que os homens. Então o senhor juiz julga que uma mulher séria usa saia curta por moda — lá no íntimo da alma dela? É para chamar os homens - mas o que ela não se atreve é deixá-los chegar. Então há alguma mulher que se decotasse senão para ser apalpada com os olhos? 

Tenho, senhor juiz, tenho muitas coisas é a dizer e oxalá o senhor juiz e os senhores jurado se não importem que eu as diga. Porque esta, senhor juiz, é a verdade, e o que eu sinto, e o que toda a gente sente, se pensar nisso e eu quero dizer isso tudo, senhor juiz, sem tirar nem pôr. 

O que faz mal à gente é a imaginação. Se uma mulher não tem imaginação é séria por natureza, senhor juiz, séria a valer.

Mas a gente nasce com o coração que recebe, e é com esse que tem de sentir e penar.
Sempre o mesmo homem, senhor juiz - o mesmo homem todos os dias, com o mesmo corpo e a mesma maneira!

Todas as noites, senhor juiz, e na mesma cama - nem a cama muda ao menos. E aquilo ao fim de tempo já não era viver, nem coisa que se parecesse - era uma coisa entre comer para não ter fome e fazer o serviço da casa... Se os homens soubessem o que custa a aturar! Se soubessem o nojo que a gente tern por eles ca dentro quando está encostada a eles!

E eu, senhor juiz, não tinha outro remédio senão matá-lo para estar bem com a minha consciência e com a Igreja.

Foi por isto, senhor juiz e senhores jurados que eu matei o meu marido."


Maridos por Fernando Pessoa, O mendigo e outros contos.
















domingo, 31 de julho de 2016

OFF and ON, ON and OFF


                             ON                 OFF  

domingo, 24 de julho de 2016

Happy birthday to us!

Faz hoje um ano que publicámos o nosso primeiro post no blog Sensual Olympus. Custa a acreditar que passou tanto tempo e que tanta gente nos acompanha já. 

Reler o que escrevemos e publicámos nos últimos doze meses faz com que nos sintamos realizados. Experimentámos muito, realizámos muitas fantasias e a nossa relação ficou ainda mais forte. 

Uma maravilha!

Só nos resta agradecer a quem nos segue e mais ainda a quem nos dá feedback. Continuem por aí que esperamos que esta vida de marotice traga muitos frutos e muitas histórias para partilhar. 

Keep being sexy!!

Afrodite & Ares

-----------

Exactly one year ago we published our first post on Sensual Olympus. It's hard to believe that so much time went by and so many people are already following us. 

To read again all we wrote through the last twelve months makes us feel fulfilled. We experienced a lot, so many fantasies came true and our relationship grew stronger. 

Amazing!

We'd like to thank everyone that follows us and even more to the ones that give us feedback. Stay around, because we expect this naughty life to keep bearing fruit. 

Keep being sexy!

Afrodite & Ares




terça-feira, 12 de julho de 2016

Enquanto dormias -- While you were sleeping




Shhhh!!  Não a acordem que vou tirar umas fotografias!

Ares

------

Shhhh!! Don't wake her, I'm going to take some pictures! 

Ares









terça-feira, 5 de julho de 2016

Poesia - Poetry (sorry, no translation)


Que pode mais um homem querer,
Nesta vida cheia de amores,
Sair de casa para passear 
Nas sete colinas da mais linda cidade, 
Voltar para casa para navegar 
As colinas e vales da mais linda mulher.

Ares



quinta-feira, 16 de junho de 2016

The little things


São as mais pequenas provocações que fazem o meu sangue ferver!

Ares

-----

The most subtle teases are the ones that makes me go crazy!

Ares